Parkour

A Arte do Movimento Natural

O Parkour, conhecido também como a Arte do Movimento (do francês Art du Déplacement), apresenta as suas raízes em Lisses (França) em meados da década de 1980.

A base do Parkour centra-se no método natural desenvolvido por George Hébert (um marinheiro de alta patente das forças armadas francesas) após a sua intervenção heroica na catástrofe natural da erupção vulcânica do Monte Peleé (França) em 1903. Hébert acreditava que uma forte preparação física e mental contribuiria para ajudar as pessoas a salvarem-se e a salvarem outros em situações de crise. A partir desta convicção nasceram os dez movimentos basilares deste método: caminhar, correr, saltar, movimento quadrúpede, escalar, equilíbrio, levantar, carregar e arremessar pesos, lutar para se defender e nadar. E também nasceram dois valores humanos essenciais à prática do mesmo: a coragem e o altruísmo.

O método natural, enquanto disciplina militar, foi posteriormente utilizado pelos bombeiros sapadores franceses como uma forma eficiente de intervirem em situações de crise. Na década de 1980, Raymond Belle, bombeiro sapador francês, transmitiu o método natural ao seu filho, David Belle, para que este continuasse o seu legado na disciplina. Por sua vez, David Belle utilizaria estes ensinamentos como forma de contrariar a ascensão da criminalidade juvenil nos bairros franceses ao redor de Paris, em particular, no bairro onde vivia – o bairro 13.

David Belle absorveu este método e reconfigurou-o sobre a forma de dois lemas basilares: “Ser forte para ser útil” (Être fort pour être utile) – foco na força física e mental com fins altruístas – e “Ser e durar” (Être et durer) – ser produtivo em termos físicos e mentais ao longo da vida. Por outras palavras, na prática de Parkour procura-se desenvolver uma vasta gama de habilidades físicas (equilíbrio, força, entre outras) e mentais (persistência, pensamento criativo, entre outras) num ambiente coletivo de apoio e/ou autossuficiente direcionado para a auto disciplina e a harmonia entre a mente e o corpo da pessoa enquanto ser individual. No fundo, o Parkour baseia-se em movimentação natural em qualquer espaço (urbe ou natureza) com o fim de construir capacidades físicas e mentais para enfrentar qualquer percurso da forma mais eficiente possível e/ou da forma mais criativa imaginável.

Por fim, no Parkour utilizamos uma panóplia de movimentos, tais como saltar, rebolar, equilíbrio em superfícies pequenas, vaulting (movimentos diversos utilizando os membros superiores e/ou inferiores, como o monkey vault, o salto precisão, o rolamento, entre muitos mais), escalar, balançar, entre outros.

Ao continuar a usar o site, é porque concorda com a utilização de cookies. -

As configurações de cookies neste site estão definidas para "permitir cookies" de modo a oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar as suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar", estará a concordar com seu uso.

Fechar